Air Europa planeja rota Recife-Madri ainda em 2017

N°.20170809

Por: Luciano Palumbo

O diretor da Air Europa no Brasil, Enrique Martín-Ambrosio, o diretor de desenvolvimento internacional do Globalia, Lisandro Menu-Marque, e o sub-diretor geral da Air Europa, Richard Clark

Na manhã desta terça-feira, dia 8 de agosto, executivos do grupo espanhol Globalia realizaram um encontro com representantes do trade turístico paulista para apresentar os projetos da holding no País. Atualmente, o grupo é integrado por 16 empresas de turismo, entre elas, atuam no Brasil a área Air Europa, a operadora Travelplan e os receptivos Welcome Incoming Services e Welcome Beds.

AIR EUROPA
A Air Europa terá duas novas rotas ligando a Espanha ao País. A primeira delas será entre Recife a Madri e tem previsão para ser inaugurada ainda neste ano. Na última semana, o CEO do grupo Globalia, Javier Hidalgo, esteve na capital pernambucana, onde se encontrou com o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, entre outras autoridades. “Estamos estudando com muita seriedade como implementar essa rota”, afirma o diretor de desenvolvimento internacional do Globalia, Lisandro Menu-Marque.

A segunda rota ligará Madri ao Rio de Janeiro e a Puerto Iguazú, na Argentina, e deve ser implementada até maio ou junho de 2018. “Estamos na fase de aprovação das licenças nas Anacs correspondentes ao Brasil e a Argentina”, explica Menu-Marque. Para ele, o voo oferecerá uma experiência interessante, pois será o primeiro a ligar a Europa a Foz do Iguaçu de forma direta e também possibilitará uma nova ligação para os argentinos que quiserem visitar o Rio de Janeiro.

Outra aposta da Air Europa para atrair brasileiros é a nova parceria firmada com a aérea europeia low cost Ryanair, que possibilita conexões, a partir de Madri, com diversas cidades da Europa, por meio de voos de baixo custo.

NOVOS NEGÓCIOS

O diretor geral de operadoras turísticas do Globalia, Emilio Boyero, o CEO do grupo, Javier Hidalgo, o diretor de desenvolvimento internacional do Globalia, Lisandro Menu-Marque, e o sub-diretor geral da Air Europa, Richard Clark

O diretor de desenvolvimento internacional do Globalia, Lisandro Menu-Marque

Para Menu-Marque, existem diversas oportunidades de investimento para o grupo no Brasil. “Nós estamos querendo entrar em uma nova fase dentro do Brasil, depois de anos de crescimento, e tendo estabelecido a linha áerea de forma muito exitosa, queremos passar para uma nova fase, onde as rotas novas que a gente abra estejam acompanhadas de outras oportunidades para o nosso grupo, seja aeroportos, hotelaria ou serviços”, declara o diretor de desenvolvimento internacional.

O grupo também estuda investimentos no mercado aereoportuário. “Temos intenção de analisar que aeroportos podem ser estratégicos para desembarcarmos no Brasil, com a experiência que temos na Europa, onde administramos 17 aeroportos”, diz Menu-Marque. O executivo ainda afirma que a administração dos aeroportos de Viracopos (São Paulo) e do Recife são boas oportunidades para o grupo. “Depois de estudarmos como deixar Viracopos mais competitivo, podemos analisar entrar no mercado de aeroportos em São Paulo”, diz ele.

Além disso, a hotelaria do Nordeste também é considerada pela holding, que enxerga a necessidade de novos empreendimentos premium, como os da marca hoteleira do grupo, Be Live. “A Be Live está com números sensacionais nos últimos anos. E no Brasil, no Nodeste principalmente, o modelo de Be Live pode ser uma boa alternativa”, afirma o executivo.

A visita ao País ainda inclui reuniões dos executivos com a CVC, com a Embratur e com o Ministro de Turismo, em Brasília. Em 2016, o faturamento do grupo Globalia foi de ‎€ 4 bilhões.

Site: www.globalia.com.

Sanchat – Cuba
Avianca OutubroTarifa

Assine nossa newsletter

Verifique os dados digitados no formulário